Pesquisar Assuntos Neste Blog

10 de abr de 2013

Mais uma burla «esotérica»



 


 É chocante a falta de escrúpulos de quem se aproveita do sofrimento, do desespero e da fragilidade alheios para cometer este tipo de crimes.

 E é frustrante como este sector dos «vendedores de ilusões» continua a beneficiar da relativa indiferença da opinião pública. Do ponto de vista legal, embora não sejamos especialistas, estamos convencidos de que este procedimento se enquadra na burla, pura e simples. Senão, vejamos: alguém cobra por um serviço que é simplesmente inexistente - neste caso uma cura através de «artes mágicas». É mais ou menos a mesma coisa que vender  feijões mágicos!

Os argumentos de quem cobra

 
Costumam argumentar os burlões que:

 a) Os tratamentos médicos também não resultam sempre.
 b) Há padres e pastores que também prometem curas milagrosas.
c) Há pessoas que curam.

 Puras falácias, pois no caso dos médicos vende-se um serviço concreto: terapias experimentadas e conhecimento adquirido através do estudo, tudo dentro da legalidade.

No caso dos padres e dos pastores, e que saibamos, não há vendas de curas, entendendo alguns crentes que devem contribuir para a respectiva Igreja, em sinal de gratidão.

 E se há de facto pessoas que curam (Jesus curava e disse que todos nós poderíamos fazer o mesmo), a verdade é que ninguém pode garantir que cura.

Mas estas pessoas que se movimentam no submundo da venda de ilusões têm de sobra em astúcia o que lhes falta em seriedade.

Há muito que neste blog se afirma que as actividades em que se comercializam produtos e serviços que dependem da crença dos clientes, devem ser regulamentadas. Se uma pessoa crê em horóscopos, amuletos, encantamentos, em "produtos esotéricos", etc., é livre de procurar tais serviços e de pagar por eles, se assim o entender. Uma tabela e uma regulamentação, ajudariam. O problema é quando os comerciantes dessas áreas não são sérios (que também os há sérios, como em tudo).

É uma actividade que se presta especialmente a aproveitamentos de pessoas sem escrúpulos. Se comprar um pão ou um par de sapatos não oferece muitas possibilidades de logro, já a posição de quem se apresenta fragilizado e busca conselhos e soluções milagrosos abre portas ao fornecimento dos mais duvidosos serviços...

O pronunciamento social em relação a quem cai no conto do vigário é que «a culpa é de quem é crédulo». Maneira simples de ficar de consciência tranquila. Lucram assim os burlões, que ainda saem bem vistos, como «espertos»! E muitas são as pessoas enganadas que nem se atrevem a fazer queixa às autoridades, para não caírem no ridículo.

Do ponto de vista legal, é óbvio que estes negócios são desonestos. Extorquir fortunas com promessas de milagres que nunca virão, é ilegal, mas sobretudo profundamente imoral. 

 
E os que curam mesmo?

Ainda que alguém tenha efectivamente a capacidade natural de curar (como Jesus, recordamos), é errado pôr-lhe um preço! Quem nasceu com o  Dom de curar não deve vender o que lhe foi dado por Deus. É bem diferente do caso do médico, que estudou e vive da sua profissão.

Quem recorre à Medicina conta geralmente com algum tipo de assistência na doença. Quem recorre a um curador, não é obviamente abrangido pela segurança social. Então, teria cabimento ficarem os pobres excluídos da cura? Argumentam alguns que «cada um dá o que quer». Na nossa opinião essa é uma forma disfarçada de cobrança. Com a agravante de que, pague-se o que se pagar, fica-se sempre em dívida, pois não há uma tabela de preços.

Quem nasceu com o dom de curar deve dar de graça o que de graça recebeu, e curar nas horas vagas, sempre (acentuamos: sempre!), sem usar qualquer tipo de técnicas médicas. A Medicina é para os médicos; os curadores naturais (ou médiuns de cura, no vocabulário espírita), não devem, por isso, administrar qualquer tipo de drogas, técnicas cirúrgicas ou manipulações. Jesus e os Apóstolos também curavam e não usavam técnicas de tipo médico. Curavam pelo poder do amor.

 
Como combater estas burlas?

Há quem seja de opinião de que se deve deixar o campo aberto a estas actividades (erradamente conhecidas como) esotéricas. A razão evocada é que «as pessoas têm que fazer pela vida». Argumento que poderia servir também para traficantes de droga, ladrões, falsários, etc., mas enfim...
 
A maior parte das pessoas ignora por completo a dimensão espiritual da vida. É relativamente fácil para quem se dedica a estas actividades fazer crer aos seus clientes que foram vítimas de «mau-olhado», e outras tantas crendices. Na  nossa opinião as pessoas devem aconselhar-se com os representantes das suas religiões, caso as tenham. Devem sempre recorrer à Medicina antes de mais. Devem informar-se junto de diferentes pessoas idóneas e pedir diferentes opiniões. 
 
No Espiritismo não vendemos nada nem aceitamos dinheiro, prendas ou favores. O nosso objectivo é servir, esclarecendo e aliviando dores. O Espiritismo é Cultura.

Um dos meios mais simples de saber mais é visitar uma associação espírita ou fazer o Curso Básico de Espiritismo.
 
 
29.3.13 Publicado por Diogo
 

0 comentários:

Postar um comentário

VOTE AQUI

Doutrina Espírita para Principiantes

Loading...
Loading...

Postagens Populares

Isto não é Espiritismo - Frases, Fotos e Luzes

Minha lista de blogs

POST POR ASSUNTOS

a (1) ABORTO (9) ADULTÉRIO (1) ALCOOLISMO (1) Allan Kardec (11) ALMA (2) ANENCEFALIA (5) ANIMAIS (4) ANIMISMO (5) ANJOS (2) ANOREXIA (1) ANSIEDADE (1) APARIÇÕES (4) Artigo (524) AS DORES DA ALMA (12) AS DORES DA ALMA;ORGULHO (1) ÁUDIO E VIDEO (2) BIOGRAFIA (12) BULLYING (2) CALUNIA (4) CÂNCER (1) CARÊNCIA (1) CARIDADE (14) CARNAVAL (4) CASAMENTO (6) CASOS (5) CATARINA DE SIENA (1) CENTRO ESPIRITA (3) CHACRA (1) CHICO XAVIER (243) CIRURGIAS ESPIRITUAIS (6) CIUMES (2) CLONAGEM (1) CONVIVER E MELHORAR (7) CREMAÇÃO (1) CRIANÇA INDIGOS (8) CRIANÇAS (8) CULPA (1) DEPRESSÃO (16) DIALOGO COM AS SOMBRAS (28) DIVALDO FRANCO (145) DIVORCIO (2) DOAÇÃO DE ORGÃOS (1) DOENÇAS (8) DORA INCONTRI (12) DOWNLOAD (5) DUENDES (1) EMMANUEL (67) ENTREVISTA (25) EQM (4) ESPIRITISMO (5) ESPIRITO (26) EUTANÁSIA (4) EVENTO (121) EXILADOS DE CAPELA (2) FAMILIA (26) FANATISMO (3) (2) FEIRA DO LIVRO ESPIRITA (11) FELICIDADE (5) FILHO ADOTIVO (6) FILHOS (22) FILME (36) FINADOS (4) FLUIDO (2) FOTOS (17) GUERRA (2) HOMOSSEXUALIDADE (20) HUMOR (4) INVEJA (2) Joana de Ângelis (100) JORGE HESSEN (24) JORGE HESSEN art (3) LIVRE ARBITRIO (4) LIVRO (57) LIVRO DOS ESPIRITOS (2) LUTO (2) MÃE (3) MÁGOA (5) MALEDICÊNCIA (2) MARILYN MONROE (1) MEDIUM (67) MEDIUNIDADE (83) MELANCOLIA (1) MELINDRE (4) MENSAGEM (375) MESA GIRANTE (2) MÔNICA DE CASTRO (8) MORTE (60) MOURA FÉ (63) MUSICA (6) NILZA AZEVEDO (10) NOTICIAS (236) OBSESSÂO (20) ORGULHO (3) PASCOA (2) PÁSCOA (3) PASSE (9) PEDOFILIA (2) PERDÃO (15) PERISPIRITO (6) PERSONAGEM DA BOA NOVA (6) PINTURA MEDIUNICA (4) POESIA (10) PRECONCEITO (22) PROVAS (13) PSICOGRAFIA (4) QUALIDADE NA PRATICA MEDIUNICA (10) RECOMEÇAR (2) REENCARNAÇÃO (37) REFLEXÃO (104) RELACIONAMENTO (35) RELIGIÃO (1) RENOVANDO ATITUDES (31) S (1) SEMESPI (17) SEXO (14) Síndrome de Down (1) Síndrome do Pânico (1) SOLIDÃO (2) SONAMBULISMO (4) SUICIDIO (11) TATUAGEM (1) TOLERANCIA (3) TÓXICOS (5) TRAGÉDIA (5) TRANSTORNO BIPOLAR (1) TRISTEZA (1) VAIDADE (2) VAMPIRISMO (5) VIAGEM ASTRAL / DESDOBRAMENTO (1) VIDEO (28) VINHA DE LUZ (3) VIOLENCIA (2) ZIBIA GASPARETTO (7)

Visitas Recentes