Pesquisar Assuntos Neste Blog

18 de jun de 2013

O Espiritismo e as Relações Internacionais



Na caminhada terrena, a árvore da vida ramificou-se e dividiu o gênero humano em diferentes raças.1
Tais diferenças, notavelmente valorizadas em episódios bíblicos como a Torre de Babel, 2 tornam-se claras aos nossos olhos quando observamos a multiplicidade de Estados independentes que formam o nosso mapa-múndi. Cada Estado acolhe um povo, que “é uma grande família”,3 onde se reúnem Espíritos afins para uma nova existência.3 Entre si, os Estados formam uma sociedade: a sociedade de Estados ou a sociedade internacional.

Ainda que sejam independentes uns dos outros, os Estados exercem influência recíproca – ora se unem pela cooperação,ora se distanciam violentamente pela guerra e, como em muitas ocasiões, é preciso buscar “fora” aquilo que é escasso no ambiente doméstico, pelo que “as relações entre os povos constituem uma necessidade”.4

A Ciência Social que se dedica a estudar as relações entre os povos é denominada Relações Internacionais.*
Este campo de estudo acadêmico foi constituído formalmente com os recursos da moderna ciência social, no início do século XX. Sua importância está no fato de a população mundial dividir-se em diferentes comunidades políticas territoriais – os Estados independentes – que influenciam o modo de vida na Terra. Um campo de estudo distinto surge quando há motivação social suficientemente forte para canalizar energias e recursos no sentido de sustentar a reflexão sistemática e organizada sobre um conjunto de fenômenos.

Nas primeiras décadas do século XX, generalizou-se a percepção a respeito da necessidade de se institucionalizar o estudo das relações internacionais a partir de um propósito bem claro: pôr fim a todas as guerras. Assim, a partir de 1920, o estudo das relações internacionais disseminou-se pelas universidades norte-americanas e europeias,chegando ao Brasil em 1974.

A Doutrina Espírita e as Relações Internacionais – esta como disciplina acadêmica – formam importante interface por oferecer uma compreensão mais sistematizada do papel e dos deveres que o Brasil possui no mundo de regeneração e dos instrumentos existentes para a promoção da fraternidade entre os povos.

Por essa interface a Doutrina revela à nova geração de estudantes e pesquisadores brasileiros das Relações Internacionais vasto roteiro de investigações, de que, por ora, nos permitimos elucidar apenas dois. Em primeiro lugar, ela desvela a missão espiritual do Brasil no concerto dos povos.De acordo com Bezerra de Menezes, o Brasil recebeu a missão de implantar.

[...] a cruz da libertação das consciências de onde o amor alçará o voo para abraçar as nações cansadas de guerras,os povos trucidados pela violência desencadeada contra os seus irmãos [...] apontando o rumo novo do amor para que restaurem no coração a esperança e a coragem para a luta de redenção.

Segundo Humberto de Campos,a missão do Brasil tem ascendentes no mundo invisível e será não só “de suprir as necessidades materiais dos povos mais pobres do planeta, mas também facultar ao mundo inteiro uma expressão consoladora de crença e fé raciocinada”.7 Para Bezerra e Humberto, o Brasil afigura-se a pátria dos corações; sua missão é a missão evangélica de promoção da solidariedade e fraternidade universais. Como decorrência,o Espiritismo faculta um incentivo à pesquisa e promoção do estudo do Esperanto: a Língua Internacional Neutra, criada por Lázaro Luís Zamenhof e destinada a unir a Humanidade numa só expressão de entendimento e harmonia.“[...] Dois homens que falem idiomas diferentes são como dois trilhos paralelos em leito de ferrovia: jamais podem encontrar-se. Ou então para eles vigora este princípio: nada os une, tudo os separa. [...]”.8 A missão do Esperanto foi anunciada por Emmanuel, em 1940,pela psicografia de Chico Xavier,e associa-se ao compromisso normativo assumido pelas Relações Internacionais, como disciplina acadêmica.

[...] o Esperanto, amigos, não vem destruir as línguas utilizadas no mundo, para o intercâmbio dos pensamentos.A sua missão é superior, é a da união e da fraternidade rumo à unidade universalista. Seus princípios são os da concórdia e seus apóstolos são igualmente companheiros de quantos se sacrificaram pelo ideal divino da solidariedade humana,nessas ou naquelas circunstâncias.As mensagens que constituem a Doutrina Espírita são altamente graves para os pesquisadores, estudantes e atuadores das Relações Internacionais, sobretudo os brasileiros. De acordo com as suas revelações, o Brasil está destinado a desempenhar-se de compromissos com a “grande comunidade humana”,** ou melhor, com todos os indivíduos, povos e Estados que compõem a vida planetária e o meio internacional; isto exigirá um novo raciocínio das escolas de Relações Internacionais e renovadas práticas diplomáticas brasileiras. Enquanto alguns países exercem sua hegemonia na era da matéria como grandes potências – tendo por base teorias próprias de política internacional e práticas diplomáticas balizadas pelo princípio egoístico da razão de Estado –, a afirmar,“o que vale, acima de tudo, são os interesses nacionais” – o Brasil será uma potência da era do Espírito, “o pulsante coração espiritual da Humanidade”.10

Por tal motivo os estudantes e pesquisadores brasileiros precisam resgatar, desenvolver e aprimorar, a partir de já, tradições de pensamento e instrumentos que estejam associados com as expressões da nova sociedade, na qual o Brasil protagonizará: trata-se de um novo pensamento e uma nova prática sobre e para as relações internacionais, amparados nos princípios da Doutrina Espírita, nas revelações espirituais e nos valores morais do Evangelho de Jesus.

I n i c i a l - mente, uma nova disciplina intelectual será exigida no campo dos estudos internacionais do Brasil – das universidades ao Instituto Rio Branco – para que se desdobre o estrito sentido político-econômico que se dá atualmente à pátria, à diplomacia e às instituições internacionais para as suas verdadeiras significações espirituais. Inicia-se, portanto, um movimento de pensamento acadêmico em favor dos regimes internacionais de respeito à paz, ao amor e à caridade.

 Na hora em que a Pátria do Evangelho ascende e avulta no concerto dos povos, torna-se inadiável o refletir a respeito da responsabilidade de se levantar a bandeira “Deus, Cristo e Caridade” nos programas de Relações Internacionais do Brasil.Estando unidas, a ciência espírita e a ciência política internacional,mais depressa se prepararão os meios para o advento da paz perpétua.

DANIELA MARQUES MEDEIROS E RAPHAEL SPODE



Referências:
1KARDEC, Allan. O livro dos espíritos.Trad. Guillon Ribeiro. 92. ed. 2. reimp.Rio de Janeiro: FEB, 2012. q. 52 a 54.
2GÊNESIS, 11:1 a 9.
3KARDEC, Allan. O livro dos espíritos.Trad. Guillon Ribeiro. 92. ed. 2. reimp.Rio de Janeiro: FEB,
2012. q. 215.
4______. O evangelho segundo o espiritismo.Trad. Guillon Ribeiro. 130. ed. 2.reimp. Rio de Janeiro: FEB, 2012. cap.16, it. 7.
5Cf. SATO, Eiiti. Relações Internacionais como área do conhecimento e sua consolidação nas instituições de ensino e pesquisa. In: POSSAS, Lídia M. Vianna;SALA, José Blanes. (Orgs.) Novos atores e relações internacionais. São Paulo: Cultura Acadêmica; Marília: Oficina Universitária, 2010. p. 336.     6MENEZES, Bezerra de. O Brasil e a sua missão histórica de “Coração do mundo e pátria do Evangelho” In: SOUZA, Juvanir Borges de. (Org.) Bezerra de Menezes, ontem e hoje. 4. ed. Rio de Janeiro:FEB, 2009. p. 183.   
7CAMPOS, Humberto de. Brasil, coração do mundo, pátria do evangelho. 33. ed.2. reimp. Rio de Janeiro: FEB, 2010. Prefácio, p. 8 e 9; cap. Pátria do Evangelho,p. 210.
8FRANCINI, Walter. Doutor esperanto. 4.ed. Rio de Janeiro: FEB, 2000. cap. 3, p. 17. Ver também SCHLIKMANN, Kalyana Oriano. O esperanto como elemento ordenador da via multilateral. Trabalho de conclusão de curso de relações internacionais. UNIVALI: São José, 2009. Ver ainda SOARES, Affonso. A ideia de língua internacional.Reformador. ano 130, n. 2.201,p. 34(312) e 35(313), ago. 2012.
9EMMANUEL. A missão do Esperanto.Disponível em: .Acesso em: 20 de agosto
de 2012.
10MENEZES, Bezerra de. O Brasil e a sua missão histórica de “Coração do mundo e pátria do Evangelho” In: SOUZA, Juvanir Borges de (Org.). Bezerra de Menezes,ontem e hoje. 4. ed. Rio de Janeiro:FEB, 2009. p. 184 e 185.


0 comentários:

Postar um comentário

VOTE AQUI

Doutrina Espírita para Principiantes

Loading...
Loading...

Postagens Populares

Isto não é Espiritismo - Frases, Fotos e Luzes

Minha lista de blogs

POST POR ASSUNTOS

a (1) ABORTO (9) ADULTÉRIO (1) ALCOOLISMO (1) Allan Kardec (11) ALMA (2) ANENCEFALIA (5) ANIMAIS (4) ANIMISMO (5) ANJOS (2) ANOREXIA (1) ANSIEDADE (1) APARIÇÕES (4) Artigo (524) AS DORES DA ALMA (12) AS DORES DA ALMA;ORGULHO (1) ÁUDIO E VIDEO (2) BIOGRAFIA (12) BULLYING (2) CALUNIA (4) CÂNCER (1) CARÊNCIA (1) CARIDADE (14) CARNAVAL (4) CASAMENTO (6) CASOS (5) CATARINA DE SIENA (1) CENTRO ESPIRITA (3) CHACRA (1) CHICO XAVIER (243) CIRURGIAS ESPIRITUAIS (6) CIUMES (2) CLONAGEM (1) CONVIVER E MELHORAR (7) CREMAÇÃO (1) CRIANÇA INDIGOS (8) CRIANÇAS (8) CULPA (1) DEPRESSÃO (16) DIALOGO COM AS SOMBRAS (28) DIVALDO FRANCO (145) DIVORCIO (2) DOAÇÃO DE ORGÃOS (1) DOENÇAS (8) DORA INCONTRI (12) DOWNLOAD (5) DUENDES (1) EMMANUEL (67) ENTREVISTA (25) EQM (4) ESPIRITISMO (5) ESPIRITO (26) EUTANÁSIA (4) EVENTO (121) EXILADOS DE CAPELA (2) FAMILIA (26) FANATISMO (3) (2) FEIRA DO LIVRO ESPIRITA (11) FELICIDADE (5) FILHO ADOTIVO (6) FILHOS (22) FILME (36) FINADOS (4) FLUIDO (2) FOTOS (17) GUERRA (2) HOMOSSEXUALIDADE (20) HUMOR (4) INVEJA (2) Joana de Ângelis (100) JORGE HESSEN (24) JORGE HESSEN art (3) LIVRE ARBITRIO (4) LIVRO (57) LIVRO DOS ESPIRITOS (2) LUTO (2) MÃE (3) MÁGOA (5) MALEDICÊNCIA (2) MARILYN MONROE (1) MEDIUM (67) MEDIUNIDADE (83) MELANCOLIA (1) MELINDRE (4) MENSAGEM (375) MESA GIRANTE (2) MÔNICA DE CASTRO (8) MORTE (60) MOURA FÉ (63) MUSICA (6) NILZA AZEVEDO (10) NOTICIAS (236) OBSESSÂO (20) ORGULHO (3) PASCOA (2) PÁSCOA (3) PASSE (9) PEDOFILIA (2) PERDÃO (15) PERISPIRITO (6) PERSONAGEM DA BOA NOVA (6) PINTURA MEDIUNICA (4) POESIA (10) PRECONCEITO (22) PROVAS (13) PSICOGRAFIA (4) QUALIDADE NA PRATICA MEDIUNICA (10) RECOMEÇAR (2) REENCARNAÇÃO (37) REFLEXÃO (104) RELACIONAMENTO (35) RELIGIÃO (1) RENOVANDO ATITUDES (31) S (1) SEMESPI (17) SEXO (14) Síndrome de Down (1) Síndrome do Pânico (1) SOLIDÃO (2) SONAMBULISMO (4) SUICIDIO (11) TATUAGEM (1) TOLERANCIA (3) TÓXICOS (5) TRAGÉDIA (5) TRANSTORNO BIPOLAR (1) TRISTEZA (1) VAIDADE (2) VAMPIRISMO (5) VIAGEM ASTRAL / DESDOBRAMENTO (1) VIDEO (28) VINHA DE LUZ (3) VIOLENCIA (2) ZIBIA GASPARETTO (7)

Visitas Recentes