Pesquisar Assuntos Neste Blog

15 de abr de 2011

Casa Espírita: Qualidade x Quantidade


Temos visto, muitas vezes, a preocupação do dirigente do centro espírita em manter a casa cheia, em atrair frequentadores. Amoldam-se reuniões ao gosto do público, distribui-se o passe como chamariz, e os números e estatística de atendimento costumam ser considerados indicadores de sucesso de um sistema de trabalho.
Falávamos, dia destes, a respeito da conveniência de que, simultaneamente a uma ou outra reunião, houvesse desenvolvimento de atividades para as crianças, para os filhos de participantes que não tem onde deixá-los durante o tempo em que lá permanecerem. Contra esta posição, ouvimos de evangelizadores a seguinte explicação: Muitos dirigentes achavam que o barulho e o movimento das crianças interferiam na reunião dos adultos e afugentavam do trabalho, e que as pessoas que vinham para ouvir as palestras acabavam se irritando e não mais retornavam.
Eu me pergunto:
Será que o Espiritismo precisa destas pessoas?
Será que estas pessoas precisam do Espiritismo?

Vamos imaginar a seguinte situação: minha vida está por um fio e só pode ser salva por uma planta muito rara. Esta planta está no meio de um espinheiro, no fundo de um buraco. Se eu sinto que preciso realmente dela, não importa onde tenha de ir, vou buscá-la. Agora, se acho que não preciso tanto, que não é tão grave, o que eu faço? Começo a achar que os espinhos são muito pontudos, que o buraco é muito fundo… Começo a achar pretextos.
A terrível realidade é que ninguém faz alguma coisa, se Não tem vontade. Agora, é papel do dirigente espírita acomodar as coisas para que as pessoas não precisem procurar pretextos para se afastarem da casa? Ou é fazer o que lhe compete, com seriedade e consciência, deixando cada um a liberdade de ir e vir?
Se Deus dá o livre-arbítrio, quem somos nós para tirá-lo? É claro que, na medida do possível, o centro deve ser um lugar acolhedor, tanto no que se refere ao ambiente físico, quanto no que diz respeito às pessoas. E é lógico que é sempre melhor estudar ou conversar com Espíritos num local silencioso, e podemos estender este raciocínio a outras condições materiais do local. Contudo, desde que alguém se aproxime do Espiritismo porque vê ali uma verdade libertadora, um conforto para seu coração, uma resposta para suas dúvidas, não é o burburinho das salas ao lado, a cadeira dura ou as buzinas lá fora que vão afastá-lo dele.
E se não é assim que se sente o freqüentador da casa, para que retê-lo, para que segurá-lo ali? A cura e o alívio proporcionados pelo passe podem ser conseguidos de outro modo. A prece pode ser feita em qualquer lugar. Se não está ali interessado realmente em aprender, em melhorar-se com a ajuda da doutrina, que sentido tem sua permanência?
Não será por estarem cheio de pessoas assim, que não sabem o que querem em relação ao Espiritismo, que muitos trabalhos espíritas se perdem?
A tarefa do Espiritismo é o esclarecimento espiritual da Humanidade. Não é distribuir passes, arrebanhar pessoas. Por que estimular um proselitismo que Kardec jamais ensinou? Aliás, no interesse dos estudos e para o bem da própria causa, Allan Kardec considerava preferível a multiplicação de pequenos grupos à constituição de grandes associações, conforme se lê em O Livro dos Médiuns (Cap. XXIX, item 334).
A mensagem do Espiritismo deve, sim ser divulgada, levada ao público de muitas maneiras. Mas por que lotar o Centro Espírita de pessoas que apenas se agradaram do passe, apreciaram o ambiente espiritual da casa, mas não se transformam, conservam suas viciações mentais e de comportamento, atravancando com suas idiossincrasias o    cumprimento de objetivos muito mais importantes.

Rita Foelker

0 comentários:

Postar um comentário

VOTE AQUI

Doutrina Espírita para Principiantes

Loading...
Loading...

Postagens Populares

Isto não é Espiritismo - Frases, Fotos e Luzes

Minha lista de blogs

POST POR ASSUNTOS

a (1) ABORTO (9) ADULTÉRIO (1) ALCOOLISMO (1) Allan Kardec (11) ALMA (2) ANENCEFALIA (5) ANIMAIS (4) ANIMISMO (5) ANJOS (2) ANOREXIA (1) ANSIEDADE (1) APARIÇÕES (4) Artigo (524) AS DORES DA ALMA (12) AS DORES DA ALMA;ORGULHO (1) ÁUDIO E VIDEO (2) BIOGRAFIA (12) BULLYING (2) CALUNIA (4) CÂNCER (1) CARÊNCIA (1) CARIDADE (14) CARNAVAL (4) CASAMENTO (6) CASOS (5) CATARINA DE SIENA (1) CENTRO ESPIRITA (3) CHACRA (1) CHICO XAVIER (243) CIRURGIAS ESPIRITUAIS (6) CIUMES (2) CLONAGEM (1) CONVIVER E MELHORAR (7) CREMAÇÃO (1) CRIANÇA INDIGOS (8) CRIANÇAS (8) CULPA (1) DEPRESSÃO (16) DIALOGO COM AS SOMBRAS (28) DIVALDO FRANCO (145) DIVORCIO (2) DOAÇÃO DE ORGÃOS (1) DOENÇAS (8) DORA INCONTRI (12) DOWNLOAD (5) DUENDES (1) EMMANUEL (67) ENTREVISTA (25) EQM (4) ESPIRITISMO (5) ESPIRITO (26) EUTANÁSIA (4) EVENTO (121) EXILADOS DE CAPELA (2) FAMILIA (26) FANATISMO (3) (2) FEIRA DO LIVRO ESPIRITA (11) FELICIDADE (5) FILHO ADOTIVO (6) FILHOS (22) FILME (36) FINADOS (4) FLUIDO (2) FOTOS (17) GUERRA (2) HOMOSSEXUALIDADE (20) HUMOR (4) INVEJA (2) Joana de Ângelis (100) JORGE HESSEN (24) JORGE HESSEN art (3) LIVRE ARBITRIO (4) LIVRO (57) LIVRO DOS ESPIRITOS (2) LUTO (2) MÃE (3) MÁGOA (5) MALEDICÊNCIA (2) MARILYN MONROE (1) MEDIUM (67) MEDIUNIDADE (83) MELANCOLIA (1) MELINDRE (4) MENSAGEM (375) MESA GIRANTE (2) MÔNICA DE CASTRO (8) MORTE (60) MOURA FÉ (63) MUSICA (6) NILZA AZEVEDO (10) NOTICIAS (236) OBSESSÂO (20) ORGULHO (3) PASCOA (2) PÁSCOA (3) PASSE (9) PEDOFILIA (2) PERDÃO (15) PERISPIRITO (6) PERSONAGEM DA BOA NOVA (6) PINTURA MEDIUNICA (4) POESIA (10) PRECONCEITO (22) PROVAS (13) PSICOGRAFIA (4) QUALIDADE NA PRATICA MEDIUNICA (10) RECOMEÇAR (2) REENCARNAÇÃO (37) REFLEXÃO (104) RELACIONAMENTO (35) RELIGIÃO (1) RENOVANDO ATITUDES (31) S (1) SEMESPI (17) SEXO (14) Síndrome de Down (1) Síndrome do Pânico (1) SOLIDÃO (2) SONAMBULISMO (4) SUICIDIO (11) TATUAGEM (1) TOLERANCIA (3) TÓXICOS (5) TRAGÉDIA (5) TRANSTORNO BIPOLAR (1) TRISTEZA (1) VAIDADE (2) VAMPIRISMO (5) VIAGEM ASTRAL / DESDOBRAMENTO (1) VIDEO (28) VINHA DE LUZ (3) VIOLENCIA (2) ZIBIA GASPARETTO (7)

Visitas Recentes